A Rede

Quem Somos

A perspectiva da realização no Brasil, em 2012, da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável – RIO+20, foi o ponto de partida para que o Ministério do Meio Ambiente, conduzido por uma mulher - a ministra Izabella Teixeira - desempenhasse papel catalisador na construção de uma agenda positiva no campo da sustentabilidade.

Em 8 de novembro de 2011, a  iniciativa Rumo à Rio+20: a Sustentabilidade no Feminino lançou os alicerces da Rede e uma linha programática para suas ações. O encontro atraiu cerca de 200 mulheres dos setores público e privado com o mesmo perfil: executivas exitosas em suas carreiras, tomadoras de decisão, com poder para transformar suas realidades e de outros. Mulheres empoderadas que desejam empoderar outras e liderar agendas de promoção da sustentabilidade.

Formou-se assim uma poderosa coalizão denominada Rede de Mulheres Brasileiras Líderes pela Sustentabilidade.

O documento intitulado Plataforma 20 apresenta um sumário com as principais propostas de ação a serem implementadas, vinculadas a três agendas consideradas prioritárias pela Rede:

- Empoderamento das mulheres: promover lideranças femininas em cargos estratégicos nas estruturas de poder público e privado, no recorte estruturante da sustentabilidade;

- Empreendedorismo Verde ou Negócios Sustentáveis: fomentar a capacidade empreendedora em negócios sustentáveis dentro do marco institucional da economia verde inclusiva.

- Necessidade de mudar os padrões de consumo e produção: promover novos padrões de consumo, especialmente nas classes médias urbanas com estratégias de comunicação de massa e alianças estratégicas com segmentos sociais que tenham objetivos semelhantes.

 

Clique aqui para ler as reflexões na íntegra da Plataforma 20.

Click here to download the English version of the Platform 20 document.